Ambiente

Répteis



Imagem retirada da net.



Este fim-de-semana eu e o A. entramos por acaso numa loja de animais e andamos a ver os bicharocos que por lá haviam. Quando chegamos às tartarugas o A. lembrou-se das que teve quando era mais pequeno, parece que cresceram demais e tiveram de as dar (já não me lembro bem, mas acho que foi isso).
Depois das tartarugas apareceu uma tarântula e diz ele todo contente e mais uma vez a gozar comigo “Amor, quando tivermos a nossa casa podemos ter uma destas, tu ias adorar?”, eu tenho pavor de aranhas, mesmo as mais pequeninas eu arrepio-me toda (vá-se lá saber porquê).
Mas logo ao lado estava uma bonita iguana e eu respondi, “Não, uma tarântula nem pensar, mas podemos ter uma iguana” eu adoro, e o A. não disse que não, acho que também deve gostar.
Ora, hoje estava eu a pensar no assunto da iguana e resolvi ir procurar e saber mais. É um animal exótico não deve ser assim tão fácil tomar conta dele, para se ter um bichinho destes tem de se saber o que fazer para lhe dar um lar o mais aproximado possível do seu habitat natural. Então fui à procura.
Comecei a pensar que se calhar estes animais exigem mais dos seus amigos humanos do que um cão ou gato. Tem de se ter cuidados específicos ao adaptar a casa para receber estes seres tão belos, o clima e a humidade são muito importantes, a temperatura tem de estar sempre nos 30º C (mais ou menos) e tem de ter 70% de humidade, tal como as suas casas na natureza.
Além dos cuidados para que estes animais se sintam bem em casa ainda se tem de pensar que não se sabe exactamente que tamanho vai alcançar, pode ir desde os 10 cm até a 1 ou 2 metros. Logo, tem de se ter em conta que depressa o animal vai deixar de ter espaço num simples aquário quadrado.
Outra coisa para se ter em atenção é alimentação, as iguanas necessitam de vitaminas e minerais como cálcio, ferro, fósforo e potássio para evitar doenças e ter um crescimento saudável.
Depois ainda existem as doenças inesperadas que podem surgir pois as bactérias que habitam nestes seres são desconhecidas pelo nosso organismo podendo originar problemas.
Por outro lado acredito que em termos de afecto ter um destes animais em casa ou ter um cão e um gato não deve ser assim tão diferente. Há pessoas que dormem com iguanas e lhes dão abraços e beijinhos e os animais não são agressivos. Será que existe uma relação de afecto por parte destes animais para com os donos? Será que conhecem o dono? Será que reagem à presença de estranhos? Eu acredito que sim.
E vocês, já pensaram nestes seres tão interessantes? Gostam ou nem por isso?
Bem, eu não sou expert no tema só escrevi o que ouvi ou li por ai por isso se está alguma coisa errada e se houver alguém que possa corrigir e ajudar neste assunto não se sinta acanhado e avise-me.
Te
Anúncios

16 thoughts on “Répteis

  1. Oi Te,
    Eu amo cachorros, peludos então, fico louca.

    Para fazer o waffle vc tem que ter uma máquina própria. Não costuma ser muito caras.
    A minha é 2 em 1 é sanduicheira também e troco uma peça quando quero fazer waffle.

    Pode ser servido com sorvete, geléias, coberturas. Uma loucura.

    Ficou com vontade, não é?
    Beijocas,

    Gostar

  2. Ai as iguanas e esses bichos exoticos precisam de mt cuidados, desde casas adequadas, com lamapdas especiais e cuidados na alimentaçao… Esquece a parte das doenças pq isso é raro.

    fica so com a gata q vais bem servida lol

    Gostar

  3. Olha amiga, tenho de ser sincera, não gosto muito desses bichinhos, quer dizer, até gosto de os ver, assim tipo na loja e tal, mas, para ter em casa, nep, tenho um medo danado deles.
    Adorei o selinho, obrigada por te teres lembrado de mim.
    Joquinhas

    Gostar

  4. Oi Te, eu fiquei com sua pergunta na cabeça e mesmo tendo te respondido que teria que ter a máquina própria para fazer waffle, fui pesquisar.

    pelo que vi na net vc pode fazer na frigideira teflon, mas acredito que não ficará crocante como na máquina. Imagino que na frigideira fique como um crepe, uma panquequinha.

    Se experimentar me conte depois, ok?
    beijinhos,

    Gostar

  5. Na verdade, vou levando isto muito bem, às vezes custa um pouco estar sempre a controlar o que se come, mas não fico agarrada a isso, é só chato tomar toneladas de comprimidos, mas existem coisas muito, muito piores.

    Gostar

  6. Guidinha, claro que vou pensar bem e também não é para já. Primeiro falta ter a minha casinha.

    Teto Doce, é que fiquei mesmo com vontade, se eu experimentar sem máquina depois conto-te como ficou.

    Su, eu sei que os exóticos dão um bocadinho de trabalho porque tenho chinchilas que também são exóticas, apesar de não se comparar ao trabalho que dá um réptil. Mas também não é o trabalho que me assusta, o que me assusta mesmo é não estar à altura de tratar deles.

    Farruskinha, até me fizes-te rir, são más e vingativas? Quem te disse isso? Eu continuo a achar que são amorosas, mas isso sou eu que sou uma sonhadora. hihihi.

    Elsa, ainda bem que gostas-te do selinho. Andas sempre por aqui, não me podia esquecer de ti.

    Beijinho para todas.

    Gostar

  7. Oie Te

    Sabe, prefiro mais a companhia de cachorros. Estes bichinhos me deixam um pouco assustada!

    Hoje estou mostrando um mais pouquinho da decoração da festa da minha filha.
    uma ótima semana para você!
    Beijos
    Regiane

    Gostar

  8. Répteis não é para mim. Tenho pavor a cobras e todos os bicharocos parecidos quer rastejam ou não.
    O meu animal preferido é o gato mas infelizmente não posso ter no meu apartamento e por isso tenho um porquinho-da-índia.:)

    Minha irmã também tem paixão por iguanas, não sei se algum dia vai adquirir uma.

    Acho que é preciso pensar muito bem antes de adquirir um animal exótico.:)

    Boa semana!
    Beijinhos da Formiguinha

    Gostar

  9. Olá minha querida!
    Amei o teu cantinho não por esse animal mas por outros!!!
    Estive a ler muita coisa e o teu cantinho é de perder a cabeça com as leituras é rialmente um cantinho que eu gosto muito!
    Mil beijos:))MARIA)

    Gostar

  10. Regiane, já fui espreitar a festa da filhota e ficou tudo lindo.

    Ruma, não tem de agradecer, também é muito bem vinda por aqui.

    Formiguinha, eu gosto muito desse tipo de animais acho que são seres lindos mas compreendo que nem todos gostem, e é assim mesmo, se todos gostassem do mesmo era tudo tão aborrecido. Em relação aos gatos, eu também adoro e tenho uma gatinha linda, na verdade adoro quase todos os animais. hehe

    Maria, muito obrigado por esse comentário tão carinhoso. Ainda bem que gostou aqui do laboratório. Apareça quando quiser.

    Beijinhos.

    Gostar

  11. As iguanas precisam de imensos cuidados, a minha prima teve uma e aquilo era pedra especial (para aquecer), luz especial no “aquário”, depois com o crescimento dela a espécie de “aquário” (não sei se é assim que se chama) tinha de ser trocado por um maior. A minha prima adorava o bicharoco, as vezes soltava-a e deixava-a passear pelo corredor, e até chegou a levá-la à rua creio.
    Não sei bem se conhece o dono, mas lembro-me que ficava agitada na presença de pessoas novas.
    O único problema que deu foi, quando foram de férias e a levaram, estranhou a casa de férias e, numa das vezes em que a minha tia a foi alimentar, deu-lhe uma tal mordidela no dedo que por pouco não lho arrancou, teve de levar pontos e tudo.
    Morreu há uns dois anos, coitadita.
    Uma coisa é certa, fiz-lhe umas festinhas, muito a medo, mas répteis não é comigo. 🙂

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s