HortaNaVaranda

Horta – Take 2

Já tinha tentado uma vez fazer um género de mini horta (muito mini) mas não deu muito resultado, com o frio e os ataques das minhas gatas a coisa não se deu, mas eu não sou de desistir. 

Estou a tentar novamente, agora conheci uma colega que me dá umas dicas o que parecendo que não, ajuda muito. Obrigado Al. Também comprei um livro muito giro sobre hortas biológicas que ando a ler e a pesquisar melhor para entender o que estou a fazer.

Para já estou a plantar as sementes na altura certa, da outra vez plantei e pronto não me interessei se estava na altura ou não. Depois, em vez de plantar directamente no vaso fiz umas sementeiras pequeninas e resguardei-as do frio numa pequenina estufa. 

Fiz 6 sementeiras de cada tipo de semente, 6 de tomate, 6 de alface, 6 de pimento, 6 de beringela, 6 de salsa e 6 de alho francês. E coloquei um palito com um papel só para saber onde estava o quê.

Estava doida para começar a ver as folhinhas a sair da terra, e ontem, mais ou menos 2 semanas depois de as ter semeado reparei nos primeiros sinais verdes. Contei, 1 alface, 1 salsa e 4 alho-francês. 

Alface

Salsa

Alho-francês

Ganhava o alho-francês até hoje de manhã que fui inspeccionar e tinha 4 tomates já com a pontinha verde de fora, dos tomates não tirei foto porque estava a despachar-me para vir trabalhar, mas prometo tirar para comprovar que o alho-francês e o tomate estão agora empatados. 🙂 

Só me pergunto como é que não vi os tomates ontem??

Agora espero que cresçam saudáveis e que fiquem suficientemente fortes para transplantar para um vaso. Acho que desta vez estou a fazer tudo direitinho, só espero que resulte. 🙂


Te
Anúncios

2 thoughts on “Horta – Take 2

  1. Os tomates cresceram durante a noite 🙂 (acho que as plantas gostam mais de crescer quando não estamos a olhar…)
    Agora a sério, parabéns por não desistires e tentares novamente fazer uma hortinha. Por pequena que seja, é sempre gratificante comer coisas que nós plantámos e cultivámos.
    Da outra vez, pode não ter sido culpa tua por não ter dado em nada. Por vezes, as próprias sementes que compramos é que são de má qualidade (principalmente se forem de hipermercados). Já me aconteceu com alfazema, em que não nasceu nada, nem 1 pé, e com oregãos e tomilho, em que nasceram uns pézitos pequeninos, mas não tiveram força para crescer e mirraram. Para as minhas plantações, agora só compro já em plantinhas e em estufas, ou então uso as sementes que guardo do ano anterior.
    O que me dá sempre resultado é feijão, semeio em copos de iogurte e depois transplanto, mas agora ainda não é altura.
    Bom fim de semana!

    Gostar

  2. Também acho que elas não gostam que as vejam crescer. 🙂

    Ainda bem que não desisti à primeira, é que tem sido tão giro espreitar as minhas plantinhas todos os dias de manhã e ver o que mudaram, é que de dia para dia notam-se grandes mudanças. Tantas que apetece-me registar tudo em fotografias. 🙂

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s